ÚLTIMA HORA: Bebé portuguesa está por um fio, VAMOS AJUDAR!!


ÚLTIMA HORA: Bebé portuguesa está por um fio, VAMOS AJUDAR!!

Desabafo da mãe de Margarida, vamos ajudar a pequena a sobreviver!!

A mãe da pequena bebé fez um arrepiante desabafo no Facebook onde pede a nossa AJUDA!

A minha Gui hoje está por um fio. Desde manha que não faz xixi e não tem liquido na bexiga, esta a fazer retenção de líquidos no corpo todo, esta toda inchada, pescoço, cara, pernas... A medica veio dar-me a noticia com as lágrimas nos olhos que os rins dela podem estar a falhar... vao esperar ate as 10 da noite e depois não sei...
Hoje de manha as noticias tinham sido tão boas ela ja estava com 520gr e completa 2 semanas, o medico ate nos disse que deviamos ir celebrar e agora isto...

A acrescentar a estas preocupações, que deveriam ser as unicas, se estivessemos em Portugal, estou cansada de não ver um fim ao nosso problema financeiro...

A solução que o estado português apresenta não dá para mim, querem que os meus familiares directos hipotequem a vida deles e não posso permitir isso, não posso pedir a minha mãe ou a minha avó para hipotecarem as casas delas... uma coisa é as minhas contas/bens outras são as contas/bens da minha família e dos meus ascendentes. Não posso por uma divida vitalícia no Gabriel e na Gui e filhos deles... Porque a ajuda que dizem oferecer de facto é um empréstimo que nós (eu, o meu marido, familiares directos e ascendentes) teremos que pagar para toda a vida...

Se é essa a única opção que o estado português tem para nos oferecer então prefiro esgotar todo o dinheiro e tudo o que tenho e depois entrego-me as autoridades.

E o Sr Secretário de Estado ainda diz que nós ainda não pedimos apoio? o que ele precisa mais para alem dos mails enviados, dos apelos tanto pessoalmente como por telefone a nossa embaixada, como pelo apelo que fizemos aos repórteres...
Chega de brincarem com as pessoas, chega de perder tempo com um Governo que diz que faz mas não se vê nada do que está a fazer NADA.

E um representante da embaixada ainda me diz que ainda não viu nenhum agradecimento da nossa parte... Venho agradecer por terem posto a Gui na lista de espera do Latifa Hospital (pela segunda vez) e também venho agradecer o Sr. Ministro Poiares Maduro ter vindo, hoje, falar comigo pessoalmente para ouvir a nossa história ao qual não tenho nada a apontar porque quis ouvir a nossa historia sem pressas ate ao fim e quando viu a Gui percebeu as condições em que ela estava e que o transporte para Portugal agora é completamente impossível... Disse ao Sr. Ministro Poiares Maduro e ao representante da embaixada que agora o nosso problema era financeiro, que precisamos de ajuda monetária... e que daqui a alguns dias quando todo o dinheiro estiver esgotado iremos precisar de ajuda do governo por possíveis processos judiciais caso não paguemos a conta ao hospital...

Espero que este desabafo não prejudique a ida da minha filha para Portugal quando for possível a transferência, mas este pesadelo parece que não tem fim...
Genny

A acrescentar a estas preocupações, que deveriam ser as unicas, se estivessemos em Portugal, estou cansada de não ver um fim ao nosso problema financeiro...
A solução que o estado português apresenta não dá para mim, querem que os meus familiares directos hipotequem a vida deles e não posso permitir isso, não posso pedir a minha mãe ou a minha avó para hipotecarem as casas delas... uma coisa é as minhas contas/bens outras são as contas/bens da minha família e dos meus ascendentes. Não posso por uma divida vitalícia no Gabriel e na Gui e filhos deles... Porque a ajuda que dizem oferecer de facto é um empréstimo que nós (eu, o meu marido, familiares directos e ascendentes) teremos que pagar para toda a vida...
Se é essa a única opção que o estado português tem para nos oferecer então prefiro esgotar todo o dinheiro e tudo o que tenho e depois entrego-me as autoridades.
E o Sr Secretário de Estado ainda diz que nós ainda não pedimos apoio? o que ele precisa mais para alem dos mails enviados, dos apelos tanto pessoalmente como por telefone a nossa embaixada, como pelo apelo que fizemos aos repórteres...
Chega de brincarem com as pessoas, chega de perder tempo com um Governo que diz que faz mas não se vê nada do que está a fazer NADA.
E um representante da embaixada ainda me diz que ainda não viu nenhum agradecimento da nossa parte... Venho agradecer por terem posto a Gui na lista de espera do Latifa Hospital (pela segunda vez) e também venho agradecer o Sr. Ministro Poiares Maduro ter vindo, hoje, falar comigo pessoalmente para ouvir a nossa história ao qual não tenho nada a apontar porque quis ouvir a nossa historia sem pressas ate ao fim e quando viu a Gui percebeu as condições em que ela estava e que o transporte para Portugal agora é completamente impossível... Disse ao Sr. Ministro Poiares Maduro e ao representante da embaixada que agora o nosso problema era financeiro, que precisamos de ajuda monetária... e que daqui a alguns dias quando todo o dinheiro estiver esgotado iremos precisar de ajuda do governo por possíveis processos judiciais caso não paguemos a conta ao hospital...
Espero que este desabafo não prejudique a ida da minha filha para Portugal quando for possível a transferência, mas este pesadelo parece que não tem fim...
Genny
A acrescentar a estas preocupações, que deveriam ser as únicas, se estivéssemos em Portugal, estou cansada de não ver um fim ao nosso problema financeiro...
A solução que o estado português apresenta não dá para mim, querem que os meus familiares directos hipotequem a vida deles e não posso permitir isso, não posso pedir a minha mãe ou a minha avó para hipotecarem as casas delas... uma coisa é as minhas contas/bens outras são as contas/bens da minha família e dos meus ascendentes. Não posso por uma divida vitalícia no Gabriel e na Gui e filhos deles... Porque a ajuda que dizem oferecer de facto é um empréstimo que nós (eu, o meu marido, familiares directos e ascendentes) teremos que pagar para toda a vida...
Se é essa a única opção que o estado português tem para nos oferecer então prefiro esgotar todo o dinheiro e tudo o que tenho e depois entrego-me as autoridades.
E o Sr Secretário de Estado ainda diz que nós ainda não pedimos apoio? o que ele precisa mais para alem dos mails enviados, dos apelos tanto pessoalmente como por telefone a nossa embaixada, como pelo apelo que fizemos aos repórteres...
Chega de brincarem com as pessoas, chega de perder tempo com um Governo que diz que faz mas não se vê nada do que está a fazer NADA.
E um representante da embaixada ainda me diz que ainda não viu nenhum agradecimento da nossa parte... Venho agradecer por terem posto a Gui na lista de espera do Latifa Hospital (pela segunda vez) e também venho agradecer o Sr. Ministro Poiares Maduro ter vindo, hoje, falar comigo pessoalmente para ouvir a nossa história ao qual não tenho nada a apontar porque quis ouvir a nossa historia sem pressas ate ao fim e quando viu a Gui percebeu as condições em que ela estava e que o transporte para Portugal agora é completamente impossível... Disse ao Sr. Ministro Poiares Maduro e ao representante da embaixada que agora o nosso problema era financeiro, que precisamos de ajuda monetária... e que daqui a alguns dias quando todo o dinheiro estiver esgotado iremos precisar de ajuda do governo por possíveis processos judiciais caso não paguemos a conta ao hospital...
Espero que este desabafo não prejudique a ida da minha filha para Portugal quando for possível a transferência, mas este pesadelo parece que não tem fim...
Genny

Salve uma vida, Salve uma princesa!

PARTILHE ESTA MENSAGEM, VAMOS SALVAR A MARGARIDA!!

Quem puder ajudar, nem que seja com 1€, toda a ajuda é bem-vinda!
É uma família linda, com mais um menino, o Gabriel, preste a fazer 2 anos...
Foram viver no Dubai porque o pai encontrou lá uma melhor situação profissional.
Tinham o sonho de uma vida melhor...
Por favor ajudem e partilhem!
NIB: 0035 0655 0000 1439 200 65, em nome de Eugénia Queiroz. (Caixa Geral de Depósitos)


Comment this article