Papa Francisco: 10 dicas para ser Feliz!

Papa Francisco, 266º Papa da Igreja Católica e o primeiro papa nascido no continente americano deu numa entrevista os seus segredos para uma vida feliz e saudável. 

A entrevista foi publicada domingo numa revista argentina "Viva", onde o Papa listou os seus segredos para vivermos uma vida feliz.

1. Viver e deixar viver. Todos deveríamos nos orientar por este princípio, disse o pontífice, acrescentando que há uma expressão semelhante em Roma que diz: “Siga em frente e deixe os outros fazerem o mesmo”.

2. Doar-se aos outros. As pessoas precisam se abrir e serem generosas com os demais, falou, pois se “nos fechamos em nós mesmos, corremos o risco de nos tornarmos egocêntricos. E água parada fica logo estragada”.

3. Mover-se com calma. O papa, que costumava lecionar literatura de ensino médio, usou uma imagem presente num romance argentino escrito por Ricardo Guiraldes, em que o protagonista – gaucho Don Segundo Sombra – faz uma revisão de sua vida.

“Ele diz que, quando jovem, era um arroio pedregoso que arrastava tudo consigo; quando adulto, era um rio apressado; e na velhice, ele ainda estava se movendo porém devagar, como uma água de piscina”, disse o papa. Ele disse que gosta dessa última imagem – ter a “capacidade de se mover com ternura e humildade, calma na vida”.

4. Ter um sentido saudável para o lazer. Os prazeres da arte, literatura e brincadeira junto das crianças se perderam, disse.

“O consumismo nos trouxe ansiedade” e estresse, fazendo com que as pessoas perdessem uma “cultura saudável para lazer”. O seu tempo é “engolido” de forma que não podem partilhá-lo com ninguém mais.

Ainda que muitos pais trabalhem longas horas, eles precisam reservar um tempo para brincarem com seus filhos; os horários de trabalho tornam isso “complicado, mesmo assim é preciso conseguir reservar um tempo”, acrescentou.

As famílias precisam também desligar a TV quando se sentam para almoçar. Ainda que a televisão seja útil para nos mantermos atualizados com as notícias, deixá-la ligada durante as refeições “não permite com que nos comuniquemos” uns com os outros.

5. Os domingos devem ser como feriados. Os trabalhadores devem ter os domingos livres porque “o domingo é para a família”, disse.

6. Encontrar formas inovadoras para criar postos de trabalho dignos às pessoas. “Precisamos ser criativos com os as pessoas. Se elas não tiverem nenhuma oportunidade, entrarão nas drogas” e se tornarão mais vulneráveis ao suicídio, falou.

“Dar-lhes o que comer não é suficiente”, disse. “A dignidade nos é dada quando podemos trazer comida para casa” a partir de nosso próprio trabalho.

7. Respeitar e cuidar a natureza. A degradação ambiental é “um dos maiores desafios que temos. Penso que uma pergunta que não estamos nos fazendo é: ‘A humanidade não estaria cometendo suicídio com este uso indiscriminado e tirânico da natureza?

8. Parar de ser negativo. “A necessidade de falar mal sobre os outros indica baixa autoestima. Isso significa: ‘Eu me sinto tão abaixo que, em vez de subir, rebaixo o outro’”, disse o papa. “Esquecer rápido o que é negativo é saudável”.

9. Não fazer proselitismo; respeitar a crença dos outros. “Podemos inspirar os demais através do testemunho para que possam crescer juntos no diálogo. Mas o pior de tudo é o proselitismo religioso, que polariza: ‘Estou conversando com você no intuito de persuadi-lo’. Não. Cada um dialoga a partir de sua identidade. A Igreja cresce atraindo, não fazendo proselitismo”, afirmou o papa.

10. Trabalhar pela paz. “Vivemos numa época de muitas guerras”, disse o pontífice, e o clamor pela paz deve ser feito em algo e bom tom. Às vezes a paz dá uma ideia de quietude, mas nunca é quietude. A paz é sempre proativa” e dinâmica.

Comment this article

Latest news

class="media-object" alt="Veja como reagem as crianças quando vêm estranhos deixar cair uma carteira">

Veja como reagem as crianças quando vêm estranhos deixar cair uma carteira

class="media-object" alt="O que nunca se deve fazer numa WC, numa estação de serviço">

O que nunca se deve fazer numa WC, numa estação de serviço