Futebol World Cup

Uma unidade de combate ao branqueamento de capitais da Guardia Civil espanhola está a investigar cinco transferências bancárias, no valor de cerca de um milhão de euros, provenientes da organização de jogos de solidariedade com a participação do futebolista Lionel Messi.

Segundo o diário espanhol El País, em causa estão transferências relacionadas com jogos de "Messi e os seus amigos contra o resto do Mundo", realizados no México, na Colômbia, no Peru e nos Estados Unidos, em 2012 e 2013, cujos montantes acabaram numa sociedade radicada no paraíso fiscal de Curaçao, nas Antilhas Holandesas.

As autoridades iniciaram diligências por suspeita de crimes de branqueamento de capitais e fraude fiscal. Segundo o jornal espanhol, estas investigações decorrem separadas do processo recentemente aberto pela Agência Tributária de Espanha contra o futebolista argentino, por este não ter declarado os pagamentos recebidos por direitos de imagem.

Comment this article